O objetivo da lei bíblica

As leis baseadas na Bíblia não buscam salvar o homem ou instaurar o melhor dos mundos, a grande sociedade, a paz mundial ou um mundo livre da pobreza ou outra utopia semelhante. O objetivo da lei bíblica é punir o mal, restringi-lo, proteger a vida e os bens dos homens e promover a justiça para todos. Não é função do Estado e de suas leis mudar os homens, reformá-los. Essa é uma questão espiritual, da religião.

O homem pode mudar apenas pela graça de Deus, pelo ministério da Palavra. A legislação pública é incapaz de mudar os homens; não é possível lhes dar novo caráter e transformar sua personalidade por meio de leis. A lei pode conter, limitar a vontade má, o coração mau do homem fazendo com que tema as consequências de seus atos.

Em uma estrada, diminuímos a velocidade um pouco quando vemos uma viatura da polícia e então prestamos mais atenção aos limites de velocidade. A existência da lei e sua aplicação estrita restringem as tendências pecaminosas do homem. Ainda que a inclinação do homem para o mal seja freada pela aplicação estrita da lei, sua natureza nunca é mudada por ela; ele não pode ser salvo pela lei. Só a graça de Deus em Jesus Cristo assegura sua salvação.