Frases de John MacArthur

“Na igreja contemporânea tudo parece estar na moda, exceto a pregação bíblica.”
(John MacArthur)

“É evidente que muitos que se dizem evangélicos atualmente agem norteados por outros objetivos, e não por uma visão bíblica de mundo.”
(John MacArthur)

“A igreja não é perfeita, nunca foi. Algumas pessoas usam este fato como desculpa para manterem-se afastadas da igreja, dizendo: ‘Eu gostaria de frequentar uma igreja, mas há muitos hipócritas ali.’ Nesse caso, eu penso: ‘Venha, temos lugar para mais um.'”
(John MacArthur)

“Ser sábio é dominar a arte do viver diário por intermédio do conhecimento da Palavra de Deus e sabendo aplicá-la em toda situação.”
(John MacArthur)

“Nada ganharemos, senão o desprazer de Deus, se procurarmos remover o escândalo da cruz (Gl 5:11).”
(John MacArthur)

“A maior intimidade do cristão com Deus ocorre quando os pensamentos do Senhor substituem os nossos e, então, moldamos nosso comportamento de acordo com a mente de Cristo.”
(John MacArthur)

“A fé em Cristo envolve o amor à Sua pessoa e a disposição de render-se à Sua autoridade.”
(John MacArthur)

“A fé madura não questiona, obedece.”
(John MacArthur)

“Se existe algo que a história nos ensina, este ensino é que os ataques mais devastadores desfechados contra a fé sempre começaram com erros sutis surgidos dentro da própria igreja.”
(John MacArthur)

“É difícil ver como o cristianismo pode ter um efeito positivo na sociedade, se não pode transformar a sua própria casa.”
(John MacArthur)

“Confessar significa concordar com Deus que o pecado é culpa nossa.”
(John MacArthur)

“Ele não disse: ‘Glorificarei a Deus apesar da minha dor’. Ele disse: ‘Glorificarei a Deus por causa da minha dor’. Este é um homem contente.”
(John MacArthur)

“A vida cheia do Espírito é a entrega de cada decisão ao controle do Espírito.”
(John MacArthur)

“A gratidão enche a alma com o sol de Deus, enquanto a ingratidão fecha as janelas da alma, não permitindo que brilhe a luz de Deus, transformando a vida em neblina. Para o crente, toda circunstância deverá ser causa de louvor.”
(John MacArthur)

“Veja a sua vida. Existe algo que você ama mais que Cristo? Existe algo que você queira mais que Cristo? Existe alguém que você queira servir mais do que a Cristo? Alguém que você queira honrar mais do que a Cristo? Alguém que você queira proclamar mais do que a Cristo? Se existe, você perdeu seu primeiro amor.”
(John MacArthur)

“Não apenas temos de pregar a Palavra de Deus, mas também precisamos fazê-lo apesar das opiniões divergentes que nos rodeiam. Somos ordenados a nos mostrarmos fiéis quando esse tipo de pregação for tolerado e quando não o for.”
(John MacArthur)

“Receio que haja multidões como Judas na igreja contemporânea. Eles têm uma atitude amigável em relação a Jesus. Parecem e falam como discípulos, mas não têm um compromisso com Ele, e, portanto, são capazes do pior tipo de traição.”
(John MacArthur)

“Não temos permissão para embelezar a mensagem ou moldá-la de acordo com as preferências das pessoas.”
(John MacArthur)

“O apóstolo Paulo deixou claro: ‘Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça’ (2 Tm 3:16). Esta é a mensagem a ser proclamada: ‘todo o conselho de Deus’ (At 20:27).”
(John MacArthur)

“A pregação e o ensino fiel da Palavra de Deus têm de ser o âmago de nossa filosofia de ministério. Qualquer outra filosofia de ministério substitui a voz de Deus pela sabedoria humana.”
(John MacArthur)

“Como ousa qualquer pregador substituí-la por outra mensagem? Sinceramente, não entendo os pregadores que estão dispostos a abdicarem deste solene privilégio. Por que devemos proclamar a sabedoria dos homens, quando temos o privilégio de pregar a Palavra de Deus?”
(John MacArthur)

“Filosofia, política, psicologia, conselhos despretensiosos, opiniões humanas jamais são capazes de fazer o que a Palavra de Deus faz. Essas coisas podem ser interessantes, informativas, entreter as pessoas e, às vezes, são úteis, mas elas não constituem o objetivo da igreja.”
(John MacArthur)

“O apóstolo Paulo disse que o pregador excelente tem de ser fiel em pregar a Palavra, mesmo quando isso não está na moda.”
(John MacArthur)

“Se aquilo que eu disser não for para a glória de Deus e sim para a minha própria glória, seria melhor calar-me. Se eu der um estudo bíblico para minha própria glória, não tenho a bênção de Deus sobre ele. Devo preferir Sua glória acima de todas as outras coisas.”
(John MacArthur)

“Todas as atividades intelectuais (por exemplo: ler, ouvir rádio, assistir televisão e filmes, estudos acadêmicos, conversas casuais) devem sempre ser submetidas ao filtro da visão cristã de mundo para determinar quais delas estão aliadas às verdades das Escrituras e quais são suspeitas de serem inimigas.”
(John MacArthur)

“Lembre-se como Joabe lutou contra Rabá e ganhou a vitória. Quando conseguiu a coroa do inimigo, mandou-a para Davi (2 Samuel 12:26-31). Penso que esta é uma boa ilustração de como age o cristão – ou deve agir. Você ganha uma vitória em sua vida, mas não usa a coroa. Você a oferece para o Senhor que lhe deu a vitória.”
(John MacArthur)

“Como redimidos pelo Senhor Jesus Cristo, somos purificados. Como somos purificados, confessamos nossos pecados. E como confessamos, conquistamos a vitória. Não importa quão profunda seja sua culpa, nem quão frequentes as suas falhas; venha a Deus em confissão contrita e permita que Ele faça Sua obra em sua vida.”
(John MacArthur)

“Por vezes, ao ler a Bíblia, quase morro de vergonha. A Bíblia é uma espada afiada de dois gumes que discerne os pensamentos e os propósitos do coração (Hebreus 4:12). Revela exatamente aquilo que sou. É por isso que aqueles que desejam permanecer no erro não a leem. Ela os descobre.”
(John MacArthur)

“Pregar a Palavra nem sempre é fácil. A mensagem que somos exigidos a pregar é, com frequência, ofensiva. O próprio Senhor Jesus é uma pedra de tropeço e uma rocha de escândalo (Rm 9:33; 1 Pe 2:8). A mensagem da cruz é uma pedra de escândalo para alguns (1 Co 1:23; Gl 5:11) e loucura para outros (1 Co 2:3).”
(John MacArthur)

“Com certeza, a filosofia de ministério do apóstolo Paulo não incluía a teoria de ‘dar às pessoas o que elas desejam’. Ele não instou Timóteo a realizar uma pesquisa a fim de descobrir o que as pessoas queriam; mas ordenou que ele pregasse a Palavra, com fidelidade, repreensão e paciência.”
(John MacArthur)

“O apóstolo não estava ensinando Timóteo sobre como ser bem-sucedido; estava encorajando-o a seguir o padrão divino. Paulo não o estava aconselhando a buscar prosperidade, poder, popularidade ou qualquer outro conceito mundano de sucesso. O apóstolo instava o jovem pastor a ser bíblico, apesar das consequências.”
(John MacArthur)

“Quando uma pessoa se torna crente, reconhece abertamente que Jesus é seu Senhor. Se ela realmente O entroniza, ela se submete com alegria à autoridade de Cristo. Se a pessoa diz a Jesus: ‘Tu és Senhor!’, a questão está terminada. Os que continuam a guardar os Seus mandamentos são os que estão realmente conhecendo a Deus, seguros nEle.”
(John MacArthur)